Menu
RSS


«Avant la fin de l'été» por Aníbal Santiago

Entre as fronteiras do documentário e da ficção, Avant la fin de l'été surge como um road movie que tem no seu cerne os fortes laços que ligam Arash, Ashkan e Hossein, três amigos de longa data, que vivem em Paris e são originários do Irão. Estes são os protagonistas deste exemplar de docuficção realizado por Maryam Goormaghtigh, com a cineasta a acompanhar o trio ao longo de uma viagem por diversos territórios de França. O périplo conta com algumas doses de melancolia, ou Arash não pretendesse regressar à sua Terra Natal, após cinco anos a viver em solo gaulês. Ashkan e Hossein encaram a viagem como a derradeira oportunidade para dissuadirem o amigo de partir, enquanto Arash parece inicialmente decidido a abandonar um país onde não conseguiu formar laços.

Ashkan e Hossein parecem perfeitamente adaptados ao território, embora tenham consciência que vivem de acordo com valores distintos em relação àqueles com que foram educados. Arash sente falta de algo que o preencha. É um tipo algo solitário e reservado, que gosta de se divertir, mas não dá muito nas vistas, que conta com um físico imponente e um guarda-roupa que exacerba a sua personalidade afável. Ao longo do filme acompanhamos Arash, Ashkan e Hossein, enquanto viajam de carro, falam sobre mulheres, religião, o passado, as ansiedades em relação ao futuro, com os diálogos a contarem com algumas doses de improviso e a transmitirem sinceridade, com "Avant la fin de l'été" a esgueirar-se de mansinho pelas barreiras do documentário e da ficção. O que é ensaiado ou escrito no argumento? O que é real? São perguntas que fazemos, enquanto ficamos diante de alguns episódios singelos, mas dotados de algumas doses de humanidade. Note-se quando encontramos Hossein e Ashkan na praia, a observarem Arash ao longe, enquanto salientam as saudades que vão ter deste último, ou as sestas peculiares que fazem ao ar livre.

É uma viagem que permite expor algumas das idiossincrasias da França profunda, bem como um olhar do outro sobre este país, enquanto o trio visita feiras populares, mete conversa com estranhos, rouba milho, conhece duas jovens que despertam a sua atenção, entre outros episódios. Existe melancolia a rodear esta viagem, própria de uma separação que se avizinha, mas também alguma alegria, com os protagonistas a contarem com uma cumplicidade latente e um sentido de humor muito próprio. Pelo meio são abordadas temáticas sérias, tais como Hossein estar indeciso entre regressar ao Irão e abandonar a esposa por dois anos, tendo em vista a cumprir o serviço militar obrigatório, ou entrar em incumprimento e nunca mais poder voltar ao seu país natal. É um dilema sério, inserido de mansinho no interior do enredo. Diga-se que Hossein é casado, enquanto que Ashkan conta com uma faceta mulherenga, com o trio a contar com personalidades muito próprias e uma ligação de grande proximidade, algo expresso de forma categórica ao longo do filme.

Durante Avant la fin de l'été é possível observarmos ainda o destaque que Goormaghtigh concede por diversas vezes ao céu, seja em pleno dia, coberto de nuvens ou dotado de claridade, ou de noite, quando a Lua traz uma sensação de nostalgia e algum lirismo, sobretudo nos momentos finais, quando a poesia e a música tomam conta de tudo. A cineasta incute diversos elementos da cultura iraniana no interior do filme, seja a música, ou a poesia de Hafez, enquanto efetua um retrato sincero e singelo da amizade de três indivíduos que estão quase a separar-se. A nostalgia apodera-se tanto do trio como das nossas pessoas, enquanto somos gradualmente compelidos a acreditar nestes personagens bem reais, nas suas ansiedades, nos seus problemas e nas suas dinâmicas. E esse é precisamente o maior mérito do filme.


Aníbal Santiago



Deixe um comentário

voltar ao topo

Atenção! Este website usa Cookies.

Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Entendi

Os Cookies

Utilizamos cookies para armazenar informação, tais como as suas preferências pessoais quando visitam o nosso website. Os cookies são pequenos ficheiros de texto que um site, quando visitado, coloca no computador do utilizador ou no seu dispositivo móvel, através do navegador de internet (browser). 

Você tem o poder de desligar os seus cookies, nas configurações do seu browser, ou efetuando alterações nas ferramentas de programas AntiVirus. No entanto, isso poderá alterar a forma como interage com o nosso website, ou outros websites.

 Tipo de cookies que poderás encontrar no c7nema?

Cookies estritamente necessários : Permitem que navegue no website e utilize as suas aplicações, bem como aceder a eventuais áreas seguras do website. Sem estes cookies, alguns serviços que pretende podem não ser prestados.

Cookies analíticos (exemplo: contagem de visitantes e que páginas preferem): São utilizados anonimamente para efeitos de criação e análise de estatísticas, no sentido de melhorar o funcionamento do website.

Cookies funcionais

Guardam as preferências do utilizador relativamente à utilização do site, de forma que não seja necessário voltar a configurar o website cada vez que o visita.

Cookies de terceiros

Medem o sucesso de aplicações e a eficácia da publicidade de terceiros. Podem também ser utilizados no sentido de personalizar widgets com dados do utilizador.

Cookies de publicidade

Direcionam a publicidade em função dos interesses de cada utilizador. Limitam a quantidade de vezes que vê o anúncio, ajudando a medir a eficácia da publicidade e o sucesso da organização do website.

Para mais detalhes visite http://www.allaboutcookies.org/

Secções

Quem Somos

Segue-nos

Contactos