Menu
RSS


«The Trust» (Polícias Corruptos) por Jorge Pereira

Jim Stone (Nicolas Cage) e David Waters (Elijah Wood) são dois policias que trabalham na unidade forense da Polícia de Las Vegas, gerindo as provas e apreensões que fazem em cada um dos casos que lhes são atribuídos. Quando descobrem que um dos detidos por tráfico de droga tem acesso a alguém com bastante dinheiro, decidem dar um golpe, não imaginando com quem se estão a meter.

Típico filme de golpes que dão para o torto, The Trust (Polícias Corruptos) é um tiro no pé da dupla de realizadores Alex e Ben Brewer, bem conhecidos no circuito dos videoclipes, mas que aqui, e apesar de criarem um ambiente elegante e visualmente estimulante, nunca sabem bem gerir o humor negro que tentam incutir nas suas personagens baças. Não será totalmente errado dizer que esta dupla de irmãos encontrou noutro duo – os Coen – a influência para muitos dos diálogos, personagens e eventos, mas no final a colagem de cenas atrás de cenas acaba por revelar um objeto remendado e pouco interessante.

No campo das personagens/atores, Nicolas Cage oferece uma espécie de "best of" dos seus trabalhos em papéis semelhantes. Com uma postura entre a excentricidade e imprevisibilidade, a fazer lembrar o seu papel em Policia Sem Lei, por exemplo, Cage enche o ecrã com os seus habituais truques baratos e tresloucados, oferecendo a espaços alguns sorrisos (aquele telefonema para a Alemanha, por exemplo), mas sempre com a ideia que já o vimos assim noutro filme qualquer.

Já Elijah Wood é mais reservado, o habital contrabalanço para a personagem de Cage. Ao ser um agente/ladrão "com coração", Wood oferece aquilo que já nos habituou ao longo da sua carreira, ou seja, uma forma padrão de atuar: a mesma de Senhor dos Anéis, Dirk Gently e muitos outros filmes em que é convencido por alguém a embarcar numa jornada que não tem bem a certeza se quer.

Se estas duas personagens até podiam se complementar ou chocar para gerar uma verdadeira tensão dramática, a verdade é que isso não acontece na sua plenitude, principalmente pois não parece existir grande quimica entre os dois. E isso sente-se desde o início, mas é no último terço que se nota mais, quando as duas partes colidem nos objetivos e os cineastas avançam com diversas decisões que nos deixam de "pé atrás" - quando o objetivo de seria certamente que ficassemos de "queixo caído".

Pelo meio ainda temos o prazer de ver Jerry Lewis no papel de pai de Cage, mas a sua presença é tão curta que falar nele é apenas uma mera nota de rodapé (o mesmo se pode dizer de Sky Ferreira).

Por isso, e na sua essência, Polícias Corruptos é o típico "Caper Film" que não consegue triunfar em nenhuma das suas pretensões: não é um bom thriller, um bom "heist", ou tão simplesmente uma boa comédia negra.

O Melhor: Algumas sequências protagonizadas por Cage
O Pior: O último terço varia entre o tédio e o caricato sem grande nexo


Jorge Pereira



Deixe um comentário

voltar ao topo

Atenção! Este website usa Cookies.

Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Entendi

Os Cookies

Utilizamos cookies para armazenar informação, tais como as suas preferências pessoais quando visitam o nosso website. Os cookies são pequenos ficheiros de texto que um site, quando visitado, coloca no computador do utilizador ou no seu dispositivo móvel, através do navegador de internet (browser). 

Você tem o poder de desligar os seus cookies, nas configurações do seu browser, ou efetuando alterações nas ferramentas de programas AntiVirus. No entanto, isso poderá alterar a forma como interage com o nosso website, ou outros websites.

 Tipo de cookies que poderás encontrar no c7nema?

Cookies estritamente necessários : Permitem que navegue no website e utilize as suas aplicações, bem como aceder a eventuais áreas seguras do website. Sem estes cookies, alguns serviços que pretende podem não ser prestados.

Cookies analíticos (exemplo: contagem de visitantes e que páginas preferem): São utilizados anonimamente para efeitos de criação e análise de estatísticas, no sentido de melhorar o funcionamento do website.

Cookies funcionais

Guardam as preferências do utilizador relativamente à utilização do site, de forma que não seja necessário voltar a configurar o website cada vez que o visita.

Cookies de terceiros

Medem o sucesso de aplicações e a eficácia da publicidade de terceiros. Podem também ser utilizados no sentido de personalizar widgets com dados do utilizador.

Cookies de publicidade

Direcionam a publicidade em função dos interesses de cada utilizador. Limitam a quantidade de vezes que vê o anúncio, ajudando a medir a eficácia da publicidade e o sucesso da organização do website.

Para mais detalhes visite http://www.allaboutcookies.org/

Secções

Quem Somos

Segue-nos

Contactos