Menu
RSS


«Tiger Girl» por Roni Nunes

Adaptando aquelas anedotas que circulam no Facebook à análise do germânico "Tiger Girl", exibido na secção Generations (para o público "teen") da Berlinale, "VOCÊ ESTÁ VELHO QUANDO..." :

1 A história de duas adolescentes que dão porrada em pessoas com ou sem razão parece-lhe incrivelmente idiota;

2 A técnica (do realizador Jakob Lass, que tem 35 anos, portanto idade "para ter juízo") de usar uma edição baseada em frames de centésimos, movimentos de câmara à velocidade da luz, fundo desfocado e banda sonora com rap parece-lhe espalhafatosa, pretensiosa, irritante; pior ainda, você "passa pelas brasas" antes do fim, apesar do barulho; 

3 Achar que a sua reação a todo esse aparato assemelha-se de forma incómoda àquilo que os nossos tios diziam quando ouvíamos Metallica no volume máximo (o facto de ainda gostar de metal deve dar alguma esperança ao autor do texto);

4 Pior que tudo isso, você está velho quando não entende porque os adultos resolveram criar fantasias adolescentes (na senda de "American Honey") em que todos os códigos morais têm de ser inexistentes para que o verdadeiro espírito "libertário" surja desprovido de qualquer ideia, de qualquer sentido a não ser o do gozo masturbatório mais primário;

5 Achar que o facto de não haver moral nem limites não é libertador, antes pelo contrário - apenas uma afirmação de que o hedonismo e o orgasmo individualista se dê às expensas dos outros. Isto torna lícito que a "redenção" de uma das ladies (vivida por Maria Dragus) se dê quando ela aprende com o sua modelo, a "tiger girl" (Ella Rumpf), a espancar e humilhar pessoas que andam na rua "só porque sim" - como se o filme fosse uma versão estendida de "Grand Theft Auto" e os praticantes de bullying ganhassem estatuto de super-heróis. 

Querendo chamar isto "arte", pode-se buscar uma velha epígrafe do grande Oscar Wilde: "nós podemos perdoar um homem por fazer algo útil, desde que ele não admire o que fez (...). Toda a arte é completamente inútil". Ah, agora já deu para perceber.

O melhor: devia haver "teens" no Zoo Palast; eles riram e aplaudiram no fim.

O pior: não é fixe espancar pessoas para se divertir.

Roni Nunes



Deixe um comentário

voltar ao topo

Atenção! Este website usa Cookies.

Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Entendi

Os Cookies

Utilizamos cookies para armazenar informação, tais como as suas preferências pessoais quando visitam o nosso website. Os cookies são pequenos ficheiros de texto que um site, quando visitado, coloca no computador do utilizador ou no seu dispositivo móvel, através do navegador de internet (browser). 

Você tem o poder de desligar os seus cookies, nas configurações do seu browser, ou efetuando alterações nas ferramentas de programas AntiVirus. No entanto, isso poderá alterar a forma como interage com o nosso website, ou outros websites.

 Tipo de cookies que poderás encontrar no c7nema?

Cookies estritamente necessários : Permitem que navegue no website e utilize as suas aplicações, bem como aceder a eventuais áreas seguras do website. Sem estes cookies, alguns serviços que pretende podem não ser prestados.

Cookies analíticos (exemplo: contagem de visitantes e que páginas preferem): São utilizados anonimamente para efeitos de criação e análise de estatísticas, no sentido de melhorar o funcionamento do website.

Cookies funcionais

Guardam as preferências do utilizador relativamente à utilização do site, de forma que não seja necessário voltar a configurar o website cada vez que o visita.

Cookies de terceiros

Medem o sucesso de aplicações e a eficácia da publicidade de terceiros. Podem também ser utilizados no sentido de personalizar widgets com dados do utilizador.

Cookies de publicidade

Direcionam a publicidade em função dos interesses de cada utilizador. Limitam a quantidade de vezes que vê o anúncio, ajudando a medir a eficácia da publicidade e o sucesso da organização do website.

Para mais detalhes visite http://www.allaboutcookies.org/

Secções

Quem Somos

Segue-nos

Contactos