Menu
RSS

 



Procuradoria não avança com 5 acusações de assédio sexual contra James Toback

O Gabinete do Procurador do Condado de Los Angeles não vai avançar com acusações de assédio e abuso sexual contra o diretor James Toback. Greg Scrling, porta-voz do procurador, confirmou que cinco casos de agressão sexual contra Toback não vão avançar para tribunal, quatro deles por legalmente terem prescrito (o mais antigo datava de 1978). Houve ainda o caso de uma das acusadoras ter recusado ser inquirida pelo procurador. Este último caso pode ainda avançar no futuro, se a alegada vítima aceitar falar com  o procurador.

Recorde-se que mais de 200 mulheres acusaram Toback de assédio e abuso sexual, mas só estes casos foram relatados à policia. Entre as alegadas vítimas estão as atrizes Rachel McAdams, Selma Blair e Julianne Moore.

Toback, atualmente com 72 anos, negou todas as acusações e ao LA Times - após a primeira divulgação de 38 mulheres que o acusavam de assédio - afirmou mesmo que seria "biologicamente impossível" nos últimos 22 anos ter tido esses comportamentos, isto devido à medicação que toma, a problemas cardíacos e aos diabetes.



Deixe um comentário

voltar ao topo

Contactos

Quem Somos

Segue-nos