Menu
RSS

 



Eliza Dushku acusa coordenador de duplos de a molestar em 1994

A atriz Eliza Dushku, conhecida por séries como Buffy, Caçadora de Vampiros e Tru Calling: O Apelo,  publicou no seu Facebook uma mensagem onde acusa o coordenador de duplos Joel Kramer de a molestar quando tinha 12 anos de idade nas filmagens de True Lies (A Verdade da Mentira). Em conversa com a Variety, Kramer nega todas as alegações.

Na mensagem, Dushku alega que Kramer "construiu metodicamente a confiança dos pais da jovem", tendo um dia dito ao pai da jovem que a ia levar a nadar na piscina do hotel. Em vez disso, Kramer levou-a ao seu quarto do hotel, onde surgiu nu, deitou-a na cama, envolveu o seu corpo nela e se esfregou. Kramer teria 36 anos na época.

Na sua mensagem, Dushku também deixa entender que Kramer a feriu intencionalmente enquanto estava no set de True Lies, isto depois de uma "amiga adulta" enfrentá-lo sobre o suposto ato de a molestar.

Quanto às razões por só agora falar do caso, a atriz diz que pensava que este duplo já não estava no negócio do cinema, mas que fotos recentes - dele com uma criança nos braços - fizeram-na relembrar dos eventos.

Kramer disse à Variety que as alegações de Dushku são "absolutamente mentira", que Dushku nadou na piscina do hotel com ele e outros membros da equipa de acrobacias, incluindo a dupla da atriz, e depois a levou a comer sushi pela primeira vez. Seguidamente, ele terá alegadamente levado a jovem atriz para casa.

O coordenador de duplos disse ainda que não tem explicação para estas alegações, mas que na época chegou a pensar que a jovem tinha um "fraquinho" por ele: "Eu beijei-a na bochecha uma vez para dar boa noite, e deu-lhe um abraço (..) Nós tratávamos-nos como família, ela fazia parte da nossa equipa".



Deixe um comentário

voltar ao topo

Secções

Contactos

Quem Somos

Segue-nos