Menu
RSS


Morreu o ator Jan-Michael Vincent (1944-2019)

Jan-Michael Vincent, mais conhecido por interpretar o papel principal na série Airwolf (Águia de Fogo, 1984) e por ser o aprendiz de Charles Bronson em O Mecânico (1972), morreu aos 74 anos. Apesar do óbito ter ocorrido no passado dia 10 de fevereiro, após o ator ter sofrido uma paragem cardíaca, só hoje veio à luz na imprensa internacional o seu desaparecimento.

Nascido em 1944 em Denver, o ator começou a sua carreira no final dos anos 60' através de personagens com uma imagem viril, retratando muitas vezes jovens rebeldes contrariando o sistema, como em Tribes (1970), Selva de Asfalto (1975), Alma de Herói (1976) e A Pele de um Malandro (1980); ou como um homem de ação nos dois lados da lei, como em Cidade a Saque (1976) e The Winds of War (1983)


A Mancha do Passado (1971); Hooper (1978), ao lado de Burt Reynolds e Sally Field; e Os Três Amigos (1978) foram outros filmes em que participou na década de 70', a mais ativa da sua carreira e onde partilhou o ecrã com nomes como John Wayne, Rock Hudson, Charles Bronson e Robert Mitchum. O azar também lhe bateu à porta, pois Vincent chegou a ser a escolha da Universal para O Tubarão, de Steven Spielberg, mas o papel - de Hooper - acabaria por ir parar às mãos de Richard Dreyfuss. 

Em 1984, conseguiu o papel do intrépido piloto de helicóptero Stringfellow Hawke na série Airwolf, que esteve no ar durante três temporadas. Depois disso, surgiu principalmente em filmes de ficção científica série B de baixo orçamento, incluindo Alienator (1990), The Divine Enforcer (1992), Liberdade Explosiva (1993) e Lethal Orbit (1996), mas também em relíquias independentes, como Sem Ambições (1981)Buffalo '66 (1998).

A verdade é que Vincent nunca atingiu o potencial que no início da carreira a indústria lhe atribuía, muito por culpa de problemas de alcoolismo que começaram a ter um impacto cada vez maior no seu trabalho, havendo relatos que ocasionalmente aparecia completamente inebriado nas filmagens, inconsciente da cena que ia ser filmada e incapaz de dizer as suas falas. Em 1996 teve um grande acidente de viação, no qual partiu o pescoço e teve a sua voz afetada permanentemente. Em 2008, teve outro e em  2012 viu a metade inferior da sua perna direita ser amputada devido a uma infecção.

Nesta data já tinha abandonado a carreira há dez anos atrás, tendo o seu último filme sido a Ameaça (2002).



Deixe um comentário

voltar ao topo

Contactos

Quem Somos

Segue-nos