Menu
RSS

 



Lavagem de dinheiro cancela estreia de filme com Bruce Willis e Fan Bingbing

O lançamento nos cinemas chineses do filme de guerra Unbreakable Spirit foi descartado após acusações de lavagem de dinheiro na sua produção, relata a Variety. A obra, de grande orçamento, está no epicentro das alegações de evasão fiscal envolvendo a atriz de Fan Bingbing.

Além de Bingbing, o filme tem no elenco Bruce Willis (na imagem acima), Liu Ye e Nicholas Tse. O realizador, Xiao Feng, disse que o projeto levou oito anos para ser feito e nas redes sociais admitiu que este é um caso perdido: "É hora de desistir (...) As minhas sinceras desculpas à equipa, à empresa de distribuição e ao público que tinha grandes expetativas em relação ao filme."

Apesar do produtor executivo do filme, Wang Ding, alegar que o filme não excedeu o orçamento de produção estimado de 19 milhões de euros, outras fontes apontam para valores na casa dos 78 milhões. Cui Yongyuan, o apresentador de TV que revelou o escândalo em torno da atriz chineses, publicando o que alega serem contratos duplos destinados a defraudar as autoridades fiscais, disse que o orçamento do filme foi artificialmente inflacionado.  


Fan BingBing

Cui alega que uma soma avultada de dinheiro de um fundo de pensões de Xangai foi "lavado" pela produção da fita. “[Unbreakable Spirit] teve mais de 375 milhões de euros (3 mil milhões de Yuan) provenientes de fontes não identificáveis. Durante a produção, 210 milhões de euros (1.7 mil milhões de Yuan) foram extraídos através de truques sujos. É por isso que o realizador e a equipa não conseguem esclarecer exatamente quanto dinheiro foi gasto ”, escreveu Cui. "Devemos boicotar o filme."

Recorde-se que há umas semanas atrás, a famosa modelo e atriz chinesa Fan Bingbing fez a sua primeira declaração depois de meses em que esteve "desaparecida" das redes sociais e eventos públicos. Bingbing afirmou que se sentia "envergonhada e culpada" pela fuga aos impostos no seu país, crime que a vai levar a pagar coimas na casa dos 110 milhões de euros.

Resta agora saber o destino de algumas das participações da atriz em produções agendadas, como em 355, filme que a reuniria no grande ecrã com Marion Cotillard (Aliados), Penelope Cruz (Um Crime no Expresso do Oriente), Lupita Nyong'o (Black Panther) e Jessica Chastain (IT 2). O projeto promovido em Cannes envolve as principais agentes de organizações de todo o mundo, as quais se unem para impedir que uma organização global adquira uma arma que possa mergulhar o mundo no caos total. Elas vão precisar superar as diferenças culturais e políticas para formar um vínculo e trabalhar juntas. A ideia era criar uma nova franquia de espionagem.



Deixe um comentário

voltar ao topo

Contactos

Quem Somos

Segue-nos