Menu
RSS

 



Scarlett Johansson critica James Franco por casos de assédio sexual

Scarlett Johansson foi uma das muitas atrizes a falar no passado sábado na Women's March, em Los Angeles, EUA. Dirigindo-se a uma multidão em Los Angeles, Johansson comentou sobre os homens que abusam do poder, e apesar de nunca citar o nome do ator, o visado particular das suas palavras era James Franco, acusado este mês de 5 casos de assédio sexual

"A minha mente está confusa:  como pode uma pessoa defender publicamente uma organização que ajuda a prestar apoio às vítimas de assédio sexual enquanto enquanto se aproveita de pessoas que não têm poder?", perguntou a atriz antes de acrescentar: "Quero o meu pin de volta".

De acordo com o Los Angeles Times, o representante de Johansson confirmou que a observação feita referia-se a James Franco, que durante os Globos de Ouro usou o pin da iniciativa Time's Up.

Quem também falou sobre o caso James Franco foi a atriz Alison Brie, que para além de participar com o ator em The Disaster Artist, também faz parte da sua família, já que é casada com o irmão de James, David Franco.

Já esta noite, durante a passadeira vermelha dos prémios do Sindicato dos Atores, a atriz de Glow disse: "Acho que, acima de tudo, o que sempre dissemos é que é vital que qualquer pessoa que se sinta uma vitima tem o direito de se manifestar (...) Obviamente, apoio a minha família, e nem tudo que foi relatado é totalmente exato. Por isso, acho que temos de esperar para obter toda a informação. Mas é claro que agora é hora de ouvir, e é isso que estamos  todos a tentar fazer ".



Deixe um comentário

voltar ao topo

Secções

Contactos

Quem Somos

Segue-nos