Menu
RSS


Greta Gerwig: "Não volto a trabalhar com Woody Allen"

Depois de nos bastidores dos Globos de Ouro, onde foi premiada por Lady Bird, ter afirmado que ainda não tinha analisado profundamente se estava ou não arrependida de ter trabalhado no filme de Woody Allen, To Rome with Love (Para Roma com Amor), a atriz e realizadora Greta Gerwig afirmou numa nova entrevista ao The New York Times que se na altura soubesse o que sabe hoje, não teria participado no filme.

"Gostaria de falar especificamente sobre a pergunta Woody Allen, que me fizeram algumas vezes recentemente, já que trabalhei com ele num filme que surgiu em 2012. É algo que eu levo muito a sério e pensei profundamente, e que me levou tempo a organizar os meus pensamentos e a dizer o que tenho de dizer. Eu só posso falar por mim e a conclusão a que cheguei é: se eu soubesse, na altura, o que eu sei agora, não teria atuado no filme. Não voltei a trabalhar com ele  e não vou trabalhar com ele novamente. Os dois artigos escritos por Dylan Farrow fizeram-me perceber que eu aumentei a dor sentida por outra mulher, e fiquei de coração partido ao realizar isso. Eu cresci com os seus filmes, e eles me formaram como um artista, e não posso mudar esse facto agora, mas posso tomar diferentes decisões agora e avançar.", disse Gerwig.

Recorde-se que na origem desta decisão está a acusação de Dylan Farrow, a filha adotiva de Allen com Mia Farrow, que afirmou que foi abusada sexualmente pelo realizador quando tinha sete anos de idade, uma acusação que Allen nega. Esta acusação levou a que nomes como Ellen Page e David Krumholtz mostrassem publicamente o seu arrependimento em trabalhar com o cineasta, atualmente com 82 anos. 



Deixe um comentário

voltar ao topo

Contactos

Quem Somos

Segue-nos