Menu
RSS


Brillante Mendoza foca-se na guerra às drogas nas Filipinas em 2 projetos

 

Começou no passado dia 20 de agosto a exibição na televisão filipina da minissérie Amo (Boss), o mais recente projeto do cineasta Brillante Mendoza, responsável por filmes como Serbis, Kinatay, Lola, Cativos e Sapi.

Descrito como na linhagem do seu filme Mãe Rosa, com a qual partilha o tema (a forma como as drogas afetam a sociedade), vários atores, os argumentistas, e a equipa técnica, o projeto constituído por 12 episódios foca-se no programa governamental Filipino de luta contra a droga e que até agora levou à morte de milhares de suspeitos de tráfico e consumo de estupefacientes durante as operações policiais oficiais e ações perpetradas por vigilantes.


Amo

A série mostra a "controvérsia em torno da Polícia Nacional das Filipinas na campanha do governo contra a droga, bem como seu papel na sua legítima aplicação", disse Brillante Mendonza, afastando a ideia des estarmos perante uma forma de propaganda e de apoio ao Presidente Filipino, Rodrigo Duterte: "Isso não é propaganda porque a propaganda é quando você favorece uma certa visão. Quando você mostra os dois lados da moeda, isso não é propaganda".

Sobre a razão por ter aceitado filmar uma série para a TV, numa entrevista de Pedro Pão dos MFF Screenings, o realizador afirmou que decidiu "enveredar por um caminho improvável para verificar se o meu ofício funcionaria noutro tipo de formato". Já ao Business World, numa entrevista em julho, Mendoza refere que estamos perante um projeto "televisivo com tratamento cinematográfico" e que é diferente de tudo o que já fez, pois cada episódio vai focar-se numa personagem diferente.


Amo

Para além da exibição local, e de estar programada uma nova temporada caso a minissérie tenha sucesso, Mendoza diz que esta produção será exibida em festivais internacionais numa versão Director's Cut com mais 2 minutos e com novas sequências que não surgem na versão original.

Paralamente, o realizador prepara igualmente uma nova longa-metragem, Right To Kill, baseado nesta produção televisiva. Construído em três atos, cada um deles se focará numa personagem que representa a polícia, a sociedade e os efeitos psicológicos da violência entre os jovens, apresentando três motivações diferentes para matar: matar pelo poder; matar por lealdade e matar como uma forma de expressão.

Espera-se que este Right To Kill chegue aos cinemas em 2018, provavelmente a tempo de Festival de Cannes.



Deixe um comentário

voltar ao topo

Atenção! Este website usa Cookies.

Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Entendi

Os Cookies

Utilizamos cookies para armazenar informação, tais como as suas preferências pessoais quando visitam o nosso website. Os cookies são pequenos ficheiros de texto que um site, quando visitado, coloca no computador do utilizador ou no seu dispositivo móvel, através do navegador de internet (browser). 

Você tem o poder de desligar os seus cookies, nas configurações do seu browser, ou efetuando alterações nas ferramentas de programas AntiVirus. No entanto, isso poderá alterar a forma como interage com o nosso website, ou outros websites.

 Tipo de cookies que poderás encontrar no c7nema?

Cookies estritamente necessários : Permitem que navegue no website e utilize as suas aplicações, bem como aceder a eventuais áreas seguras do website. Sem estes cookies, alguns serviços que pretende podem não ser prestados.

Cookies analíticos (exemplo: contagem de visitantes e que páginas preferem): São utilizados anonimamente para efeitos de criação e análise de estatísticas, no sentido de melhorar o funcionamento do website.

Cookies funcionais

Guardam as preferências do utilizador relativamente à utilização do site, de forma que não seja necessário voltar a configurar o website cada vez que o visita.

Cookies de terceiros

Medem o sucesso de aplicações e a eficácia da publicidade de terceiros. Podem também ser utilizados no sentido de personalizar widgets com dados do utilizador.

Cookies de publicidade

Direcionam a publicidade em função dos interesses de cada utilizador. Limitam a quantidade de vezes que vê o anúncio, ajudando a medir a eficácia da publicidade e o sucesso da organização do website.

Para mais detalhes visite http://www.allaboutcookies.org/

Secções

Quem Somos

Segue-nos

Contactos