Menu
RSS

 



Há quinze anos, «Irreversível» chocava Cannes

Vergonhoso. Deplorável. Estas foram apenas algumas das palavras usadas pelos espectadores do Festival de Cannes após a exibição de Irreversível, clássico de Gaspar Noé que conta com Monica Bellucci como uma mulher violada e com Vincent Cassel e Albert Dupontel à caça de Jo Prestia, o  Le Ténia (O Ténia), que seria os responsável pelo ato criminoso e que se refugiara num espaço noturno chamado The RectumC'est toi le ténia?....

O filme estreou a 24 de maio de 2002 em Cannes, e muitos - como pode ser visto no vídeo abaixo - nem conseguiram assistir à obra até ao fim. Duas cenas marcaram profundamente o espectador. Primeiro, uma cena do final da história, o que - num filme com os eventos a surgirem no ecrã de forma cronologicamente invertida - ocorre passados apenas alguns minutos do início da fita. A cada vez que o extintor batia na cara do suposto Ténia, o espectador desviava o olhar. Depois, claro, a muito falada cena da violação, que com os seus 9 minutos continua a chocar espectadores, incluíndo a própria Bellucci, que posteriormente em entrevista afirmou que nunca mais conseguiu ver a cena..

Aqui deixamos um vídeo filmado na época, minutos depois de a fita começar a ser exibida em Cannes e surgirem as primeiras desistências na plateia.



Deixe um comentário

voltar ao topo

Contactos

Quem Somos

Segue-nos