Menu
RSS

 



Abdellatif Kechiche fora do Festival de Cannes

Apesar do nome do seu novo projeto estar presente em diversas listas de antevisão do próximo Festival de Cannes, o vencedor da Palma de Ouro Abdellatif Kechiche afirmou recentemente que isso não irá acontecer.

Segundo o realizador de A Vida de Adèle, é totalmente impossível a presença da obra em Cannes devido a uma disputa contratual com a France Télévisions. No centro da questão está o facto da produção - baseada no romance de François Bégaudeau, La blessure, la vraie - ter sido concebida como um único filme, mas que pelo caminho transformou-se em dois:  Les dés sont jetés  e Pray for Jack.

"Assinei com vários parceiros financeiros, incluindo a France Télévisions, o Canal + e a Pathé Films. Eu estava empenhado em fazer um filme e, no final, há dois. Isso é fora da norma, o que coloca um problema com os contratos, sobretudo com a France Télévisions ", disse ele em entrevista ao jornal Nice Matin, acrescentando que entendia a posição da emissora estatal, uma vez que "envolve dinheiro público".

"Daí a necessidade de resolver o assunto no tribunal em Paris. Eu digo isto sem qualquer animosidade. É uma questão para os tribunais, eu não vejo nenhuma alternativa. Infelizmente, isso torna qualquer tipo de visionamento impossível ", concluiu.

Inicialmente intitulado de Mektoub is Mektoub, neste novo projeto - agora dividido em dois - seguimos Amin, um argumentista parisiense que regressa à sua pequena vila na costa do mediterrâneo. É aí que ele vai conhecer uma bela mulher, Jasmine, e um produtor que se predispoem a financiar o seu primeiro filme. Porém, quando a mulher do produtor começa a assedia-lo, Amin vê-se numa encruzilhada de opções.



Deixe um comentário

voltar ao topo

Contactos

Quem Somos

Segue-nos