Menu
RSS

 



«The Shape of Water» é o grande vencedor dos Oscar

Numa cerimónia marcada pela necessidade de inclusão, e também pelo "pacifismo" face a correntes extremistas na América que dominam atualmente o poder mediático, a vitória de The Shape of Water do mexicano Guillermo del Toro foi o desfecho perfeito. O filme conquistou 4 "óscares", incluindo as estatuetas principais para melhor filme e melhor realizador. 

O grande derrotado aqui foi o mais sujo Three Billboards Outside Ebbing Missouri, apesar de ter ainda saído com dois troféus para a interpretação dos seus atores. A personagem mais problemática do filme acabou por dar o Oscar a Sam Rockwell confirmando todas as previsões, e a mulher de armas interpretada por Frances McDormand também ter saído com o homem dourado no braço. Naquele que foi um dos discursos mais ativistas da noite, a atriz pediu a todas as mulheres nomeadas que se levantassem das suas cadeiras. O que se sentiu, visualmente foi a relativa fraca representação, mesmo num ano tido como pioneiro - com a primeira nomeação de uma mulher ao Oscar para melhor fotografia, por exemplo. 

Dunkirk conquistou três troféus técnicos (montagem, mistura de som e montagem de som). Este foi um ano sui generis, no sentido em que os dois prémios de argumento (original e adaptado) foram ambos "prémios de consolação" para os seus filmes nomeados: Get Out e Call Me By Your Name geraram paixões, mas terão sido ainda assim demasiado específicos nos seus propósitos para voar mais alto.

Pode-se dizer que os latinos ficaram a ganhar, com as vitórias de Del Toro e Coco nas duas categorias em que estava nomeado (Filme de Animação e Canção Original). Mas houve outro latino premiado com um dos envelopes mais antecipados da noite: Sebástian Lelio acabou por levar o Oscar de melhor filme em língua não-inglesa por Una Mujer Fantastica. batendo assim competição cerrada que incluia a "Palma de Ouro" The Square.  

Seguem então os vencedores das 24 categorias a concurso: 

Melhor Filme:  The Shape of Water

Melhor Realizador: Guillhermo Del Toro, The Shape of Water

Melhor Ator: Gary Oldman, Darkest Hour 

Melhor Atriz: Frances McDormand, Three Billboards Outside Ebbing Missouri 

Melhor Ator Secundário: Sam Rockwell, Three Billboards Outside Ebbing Missouri

Melhor Atriz Secundária: Allison Janney, I, Tonya

Melhor Argumento Original: Get Out

Melhor Argumento Adaptado: Call Me By Your Name

Melhor Filme Em Língua Não-Inglesa: Una Mujer Fantastica (Chile)

Melhor Documentário (Longa-metragem): Icarus

Melhor Documentário (Curta-metragem): Heaven Is a Traffic Jam on the 405

Melhor Ficção (Curta-metragem): The Silent Child

Melhor Filme de Animação: Coco

Melhor Filme de Animação (Curta-Metragem): Dear Basketball

Melhor Fotografia: Blade Runner 2049

Melhor Montagem: Dunkirk

Melhor Cenografia: The Shape of Water

Melhor Guarda-Roupa: Phantom Thread

Melhor Banda Sonora: The Shape of Water

Melhor Canção Original: Remember Me, de Coco

Melhor Caracterização: Darkest Hour

Melhores Efeitos Visuais: Blade Runner 2049

Melhor Mistura de Som: Dunkirk

Melhor Montagem de Som: Dunkirk

 

 



Deixe um comentário

voltar ao topo

Contactos

Quem Somos

Segue-nos