Menu
RSS

 



Asia Argento: "vítimas de abuso sexual são 'personae non gratae' nos Globos de Ouro"

Numa publicação no Twitter, que tem dado que falar, Asia Argento acusou a organização dos Globos de Ouro de tratar a vítimas de assédio e abuso sexual como "personae non gratae", referindo-se ao facto dela, de Rose McGowan, Mira Sorvino, Daryl Hannah e Annabella Sciorra não terem sido convidadas para a entrega dos prémios.

A atriz italiana disse ainda: "Eu só posso falar por mim, mas não só não fui convidada para os #GoldenGlobes: como ninguém perguntou a minha opinião sobre o #TIMESUP ou pediu para assinar a carta ". Eu apoio o @TIMESUPNOW, mesmo que tenha sido excluída. Presumo que não sou PODEROSA ou HOLLYWOOD o suficiente. "

Quem também não foi convidada e entrou no conversa foi Rosanna Arquette, a qual acusou Harvey Weinstein de má conduta sexual no outono passado: "Não, não fomos convidadas ", tweetou ela a Argento e Corey Feldman. Feldman, que há muito tempo fala de abuso sexual de crianças em Hollywood, queixou-se também sobre a sua exclusão: "Veem a hipocrisia aqui? Hollywood a assumir uma posição de unidade, quando não fui convidado?"


Annabella Sciorra e  Daryl Hannah 

Já Patricia Arquette, que usou o seu discurso de aceitação de melhor atriz nos Globos de Ouro em 2015 para enviar uma mensagem sobre a igualdade nas remunerações, teve uma reação diferente ao não receber o convite para a cerimónia: "Também não fui convidada, mas quem é que se importa com isso!"Todas vocês deveriam ter sido incluídas", disse ela a Argento e a Rosanna Arquette, mas acrescentou que é "ótimo" que a mensagem Universal de igualdade marcasse o evento.

Vale a pena referir que McGowan voltou a classificar a iniciativa Time's Up como hipócrita, também no Twitter: "Nenhuma dessas pessoas elegantes que usam preto para honrar as nossas violações teria levantado um dedo", escreveu, acrescentando que "não tem paciência para a falsidade de Hollywood". 



Deixe um comentário

voltar ao topo

Contactos

Quem Somos

Segue-nos