Menu
RSS


Fantasporto arranca com os olhos postos nos "desafios da modernidade"

A exibição da cópia restaurada de Easy Rider (1969), filme de Dennis Hopper, celebrando os 50 anos da sua estreia, marca hoje, dia 19 de fevereiro, a abertura da 39ª edição do Festival Internacional de Cinema do Porto | Fantasporto'2019. 

Com o tema Desafios da Modernidade, o mais histórico dos certames nacionais ligados ao Cinema vai decorrer até ao próximo dia 3 de março, tendo como abertura oficial, na próxima sexta-feira, dia 22, o filme Prospect de Zeek Earl e Chris Caldwell. Até lá, o espectadores poderão assistir nesta quarta e quinta-feira a dois clássicos de Stanley Kubrick: Shining e Laranja Mecânica.


Prospect

Ao todo são 19 as obras na competição oficial fantástico, onde para além de Prospect encontramos também The Russian Bride, filme de Michael S.Ojeda que irá encerrar o festival no próximo dia 2. Os novos filmes de Peter Strickland (In Fabric) e de Kim Ki-Duk (Human, Space, Time and Human), dois cineastas bem conhecidos do certame, vão estar também em competição no Fantas, que este ano vai exibir quase 200 filmes de 60 nacionalidades na sua programação.

Outros destaques do programa vão para documentário The Panama Papers, de Alex Winter, produzido por Laura Poitras (Citizenfour); o chinês Last Sunrise, um dos primeiros trabalhos de ficção cientifica chineses que aborda uma temática semelhante à do campeão de bilheteiras Wandering Earth; e Monstrum, filme sul coreano em torno de uma criatura que pode ser real, mas pode também ser uma artimanha para enfraquecer e derrubar o Rei.

Easy Rider 

 

Este clássico do cinema norte-americano, que representou uma lufada de ar fresco e um forte abalo no sistema dos grandes estúdios, acompanha dois motociclistas que atravessam os EUA mostrando as inquietações e interrogações da juventude da época - pouco ou nada representadas no cinema da velha Hollywood.

Escrito por Peter Fonda, Dennis Hopper e Terry Southern, Easy Rider revelou-se na época um sucesso nas bilheteiras e um início para uma nova Hollywood voltada para a contracultura.



Deixe um comentário

voltar ao topo

Contactos

Quem Somos

Segue-nos