Menu
RSS

 



"Farpões Baldios" vence as Curtas Vila do Conde

O palmarés da 25ª edição do Festival de Cinema Curtas Vilas do Conde foi atribuído esta tarde, tendo sido o filme Farpões Baldios de Marta Mateus o grande vencedor. O filme retrata um Portugal rural onde se cruzam várias gerações.

De acordo com o júri - constituído por Nicole Brenez, Pela Del Alámo, António Preto, Dennis Lim e Georges Schoucair - a obra é "tão luminosa quanto exigente" e "revivifica uma linhagem de obras onde a infância desbloqueia os sofrimentos, os erros e as virtualidades do passado, tradição que devemos, entre outros, Manoel de Oliveira, António Reis, Margarida Cordeiro e Teresa Villaverde.

O filme venceu ainda o Grande Prémio DCN Beers da Competição Internaciona. Desta competição My Burden venceu o prémio para melhor animação; O Peixe de melhor documentário e Les Îles o de melhor ficção.

Na competição nacional o prémio de melhor filme foi para João Pedro Rodrigues por Où en Êtes-Vous, João Pedro Rodrigues e o de melhor realizador para Os Humores Artificiais de Gabriel Abrantes (que já havia estado em competição nesta edição da Berlinale).

Os prémios das secções paralelas:

Take One! [filmes de escola]: De Gente se Fez História, Inês Pinto Vila Cova

Experimental: From Source to Poem, Rosa Barba

Telediscos: Old Habits (Minta & the Brook Trout), de João Nicolau

Curtinhas: Revolting Rhymes Part One, Jakob Schuh e Jan Lachauer

Curta nomeada para os Prémios Europeus de Cinema: Los Desheredados, Laura Ferrés

Prémio do público [internacional]: Retouch, Kaveh Mazaheri

Prémio do público [nacional]: Surpresa, Paulo Patrício



Deixe um comentário

voltar ao topo

Contactos

Quem Somos

Segue-nos