Menu
RSS


«To the Bone» por André Gonçalves

Estima-se que cerca de 30 milhões de pessoas sofram de anorexia nervosa só nos Estados Unidos. Ainda assim, esta desordem, como outras tantas de foro psicológico, continua a ser subestimada.

To the Bone, escrito e realizado por Marti Noxon (co-criadora da série de televisão "UnREAL"), presente na competição do Festival de Sundance, assume a sua função social de alertar o mundo para a gravidade desta condição. Com a alçada da Netflix, que adquiriu a obra por 8 milhões de dólares, a obra alcança então uma potencial audiência composta por milhões de espectadores por todo o mundo, que poderão assim identificar-se, enquanto familiares de doentes ou "vencedores corajosos" em recuperação.

Ellen é uma de muitas adolescentes afetadas por esta condição, vítima também (como muitos outros) de uma família altamente disfuncional, marcada por um pai ausente, uma mãe lésbica, e uma madrasta com as melhores intenções mas também com execuções nada felizes dessas intenções... Uma visita a um médico menos convencional (Keanu Reeves, a dar uma perninha em piloto automático) leva-a a um internamento numa casa, juntamente com outros pacientes com a mesma patologia.

Noxon, ela própria uma sobrevivente de distúrbio alimentar, não comete felizmente o erro de romantizar a doença a contar a sua história ficcionada, embora a temática complexa encontre aqui uma linha de humor que consegue conviver com o drama pessoal, e assim escapar ao sentimento puro de estarmos a assistir a um drama televisivo lamechas de "caso de vida" (heranças da escola A Culpa é das Estrelas, portanto). Dito isto, mesmo perante um tema pouco visto enquanto único motor de uma narrativa, e uma frescura em alguns diálogos, faltou ainda assim originalidade para efetivamente separá-lo de outros dramas a retratar doenças mais "populares"...

No papel principal de Ellen/Eli, Lily Collins impressiona, logo a um nível superficial/físico, ao aceitar perder de novo quilos que tinha conquistado em nome da arte. Collins, tal como Noxon, sofreu também de distúrbio alimentar, o que só terá ajudado a tornar uma performance sem qualquer gesto em falso. 

Pesando tudo na balança, o saldo fica ainda assim a uns quilos do peso ideal, mas o que falta em momentos de criatividade cinéfila é suplementado com uma empatia genuína - oferecida, lá está, por quem já passou pela história que apresenta. E isso também não merece ser tão menosprezado como a condição em si ainda o é em 2017.

André Gonçalves



Deixe um comentário

voltar ao topo

Atenção! Este website usa Cookies.

Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Entendi

Os Cookies

Utilizamos cookies para armazenar informação, tais como as suas preferências pessoais quando visitam o nosso website. Os cookies são pequenos ficheiros de texto que um site, quando visitado, coloca no computador do utilizador ou no seu dispositivo móvel, através do navegador de internet (browser). 

Você tem o poder de desligar os seus cookies, nas configurações do seu browser, ou efetuando alterações nas ferramentas de programas AntiVirus. No entanto, isso poderá alterar a forma como interage com o nosso website, ou outros websites.

 Tipo de cookies que poderás encontrar no c7nema?

Cookies estritamente necessários : Permitem que navegue no website e utilize as suas aplicações, bem como aceder a eventuais áreas seguras do website. Sem estes cookies, alguns serviços que pretende podem não ser prestados.

Cookies analíticos (exemplo: contagem de visitantes e que páginas preferem): São utilizados anonimamente para efeitos de criação e análise de estatísticas, no sentido de melhorar o funcionamento do website.

Cookies funcionais

Guardam as preferências do utilizador relativamente à utilização do site, de forma que não seja necessário voltar a configurar o website cada vez que o visita.

Cookies de terceiros

Medem o sucesso de aplicações e a eficácia da publicidade de terceiros. Podem também ser utilizados no sentido de personalizar widgets com dados do utilizador.

Cookies de publicidade

Direcionam a publicidade em função dos interesses de cada utilizador. Limitam a quantidade de vezes que vê o anúncio, ajudando a medir a eficácia da publicidade e o sucesso da organização do website.

Para mais detalhes visite http://www.allaboutcookies.org/

Secções

Quem Somos

Segue-nos

Contactos