Menu
RSS


«Omar» por João Miranda

Em Omar, o último filme de Hany Abu-Assad, realizador palestiniano que já antes nos tinha oferecido O Paraíso, Agora!, seguimos a história de Omar, um jovem combatente que é preso na sequência da morte de um soldado israelita. A situação política da Palestina não é simples e a sua resolução parece, por vezes, não ser de todo possível. A situação de Omar e dos seus amigos é igual. Num sistema de repressão em que só a violência parece ser a resposta viável, a paranóia é fomentada de modo a que a desconfiança se estabelece não só em relação aos opressores, mas também entre amigos. A vida de Omar, tal como a da cidade à sua volta, está em ruínas e entrecortada de obstáculos que se erguem como os muros erigidos pelos israelitas. Sem nunca cair em facilitismos ou simplificar a narrativa, "Omar" é um filme que nos mantém presos e sempre na insegurança do que vai acontecer a seguir ou de como tudo irá acabar.

Se o elemento mais forte do filme é a sua narrativa, a realização do mesmo é marcante pela forma como, apesar de cuidada, não se tenta sobrepor à primeira. A forma como a luz é explorada nas cenas da prisão ajuda a construir um clima de violência e de claustrofobia, com o contraste entre o claro e escuro a reduzir a profundidade do campo e reduzindo a imagem às pessoas e à violência das interrogações e da cela solitária. A fotografia é enganadoramente simples, com estruturações visuais e segundos-planos que reforçam as relações entre as personagens, com escadas a separar personagens ou túneis a aproximá-los. As representações principais ajudam a completar as personagens e, no caso de Adam Bakri, o desconhecido que faz do titular Omar, sustentam o filme fornecendo-lhe uma flexibilidade emocional.

Com tanta complexidade e tantas resoluções ignoradas, o conflito Israelo-Palestiniano é o melhor argumento para a restruturação do Conselho de Segurança das Nações Unidas. Na confusão mediática das notícias apresentadas e da História que, apesar de documentada, é esquecida ou ignorada pelas gerações mais novas, Omar é um filme pertinente, quer pelo retrato de uma situação geo-política complexa, quer pela exploração moral da resistência e dos seus perigos. Para além de uma lição potencial sobre esta situação, Omar serve também como um bom filme de acção /thriller, capaz de agradar até ao espectador de blockbusters americanos.

O Melhor: A narrativa e a recusa em simplificar uma situação complexa.
O Pior: A distribuição limitada que irá ter.


João Miranda



Deixe um comentário

voltar ao topo

Atenção! Este website usa Cookies.

Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Entendi

Os Cookies

Utilizamos cookies para armazenar informação, tais como as suas preferências pessoais quando visitam o nosso website. Os cookies são pequenos ficheiros de texto que um site, quando visitado, coloca no computador do utilizador ou no seu dispositivo móvel, através do navegador de internet (browser). 

Você tem o poder de desligar os seus cookies, nas configurações do seu browser, ou efetuando alterações nas ferramentas de programas AntiVirus. No entanto, isso poderá alterar a forma como interage com o nosso website, ou outros websites.

 Tipo de cookies que poderás encontrar no c7nema?

Cookies estritamente necessários : Permitem que navegue no website e utilize as suas aplicações, bem como aceder a eventuais áreas seguras do website. Sem estes cookies, alguns serviços que pretende podem não ser prestados.

Cookies analíticos (exemplo: contagem de visitantes e que páginas preferem): São utilizados anonimamente para efeitos de criação e análise de estatísticas, no sentido de melhorar o funcionamento do website.

Cookies funcionais

Guardam as preferências do utilizador relativamente à utilização do site, de forma que não seja necessário voltar a configurar o website cada vez que o visita.

Cookies de terceiros

Medem o sucesso de aplicações e a eficácia da publicidade de terceiros. Podem também ser utilizados no sentido de personalizar widgets com dados do utilizador.

Cookies de publicidade

Direcionam a publicidade em função dos interesses de cada utilizador. Limitam a quantidade de vezes que vê o anúncio, ajudando a medir a eficácia da publicidade e o sucesso da organização do website.

Para mais detalhes visite http://www.allaboutcookies.org/

Secções

Quem Somos

Segue-nos

Contactos