Menu
RSS

 



IndieLisboa'12: «17 filles» (17 Raparigas) por Jorge Pereira

 «17 Raparigas» acaba por ser um filme que leva mais a um debate sobre a temática, do que pelos seus feitos cinematográficos 

17_GIRLS_2.jpg
Parcialmente inspirado num caso real ocorrido em 2008 num liceu do Massachusetts, nos EUA, «17 Raparigas» marca a estreia das irmãs Coulin (Delphine e Muriel) nas longas metragens. O duo, que dividiu bem a tarefa, transporta a ação para a cidade costeira de Lorient, em França. 
 
Aí, Camille, uma jovem de 16 anos muito popular na escola, descobre que engravidou após um caso de uma noite. O caso ganha algum destaque e transforma-se num verdadeiro ato de rebelião quando a jovem decide ficar com a criança, contrariando todos os conselhos alheios. Aos poucos, e como forma de apoio, as amigas decidem engravidar também, transformando a situação num verdadeiro «problema escolar», onde as opiniões dividem-se, quer dos professores, quer dos pais dos alunos, que acham que a jovem deveria ser suspensa pois anda a incitar as outras a engravidar. 
 
Delphine e Muriel Coulin tratam o filme e as suas personagens com alguma subtileza, fugindo do drama adolescente comum ou telenovelesco, mas ainda assim mostram alguma inconstância pela forma como levam as suas personagens a tomar certas decisões. Na verdade, existe muita ingenuidade e ilusão em todas estas raparigas, mas nos adultos as coisas não melhoram, sendo o pragmatismo uma quase certeza adquirida e sem espaço para manobrar. 
 
Por estas razões, «17 Raparigas» acaba por ser um filme que leva mais a um debate sobre a temática, do que pelos seus feitos cinematográficos. E fá-lo com gosto, mantendo-se o mais longe que pode de tomar um verdadeiro partido nesta história que pode ter mil opiniões díspares.
 
Uma nota final para todo o elenco da obra que, bem liderado pela jovem Louise Grinberg, consegue dar credibilidade a uma história incrível. E sim, bem sabemos que realmente aconteceu… mas custa a acreditar…
 

 
 Jorge Pereira


Deixe um comentário

voltar ao topo

Secções

Contactos

Quem Somos

Segue-nos