Menu
RSS

Amazon avança com série sobre Christiane F.

Lançado em 1978, o livro Os Filhos da Droga vai ser adaptado ao formato série

Resultado de imagem para filhos da droga livro

O livro Christiane F. – Wir Kinder vom Bahnhof Zoo (em Portugal, Os Filhos da Droga) vai ser adaptado ao formato de série com o dedo da plataforma de streaming Amazon. Philipp Kadelbach, que recentemente filmou uma versão contemporânea baseada no Perfume de Patrick Süskind para a Netflix, é o realizador escolhido para esta readaptação. Annette Hess, experiente argumentista da TV alemã, vai adaptar o guião.

Lançado em 1978, e escrito pelos jornalistas Kai Herrmann e Horst Rieck em colaboração com Christiane Vera Felscherinow, o livro é um relato do envolvimento da jovem e dos seus amigos - com idades entre 12-16 anos - na cultura da droga Berlim Ocidental dos anos 70. Considerado uma bomba na época pelo seu relato cruel e real do mundo da droga, Christiane F. tornou-se um símbolo da luta contra a droga e da preocupação global sobre o fenómeno, particularmente junto dos jovens.

Em 1981, Uli Edel adaptou o livro ao cinema com Natja Brunckhorst no protagonismo. O título foi simplesmente Christiane F. (1981).

Em 2013, Christiane Vera Felscherinow, já na casa dos 50 anos, voltou a relatar em livro a sua vida. Com o nome Mein zweites Leben (A minha segunda vida), e lançado em Portugal em 2014, ela voltou a falar do seu trajeto cheia de altos e baixos à escritora Sonja Vukovic. Christiane voltou a cair fundo após de ter tornado conhecida. Privou com estrelas da música, esteve presa, colecionou relações fracassadas e até abortos.

Viveu vários anos na Grécia sem um lar fixo, contraiu hepatite, e receou não chegar a viver até aos 30 anos. Em 1996, com 34 anos de idade, foi mãe, mas a sua notória incapacidade para a maternidade acabaria por a levar a que o seu filho lhe fosse retirado pelas autoridades, acabando por ter novos problemas quando raptou a criança e o levou para Amesterdão. A ideia do segundo livro surgiu para acabar com alguns boatos sobre a sua vida, mas igualmente com outro propósito, financiar a Fundação Christiane F,. criada para apoiar filhos de toxicodependentes. 

Ainda não há data de estreia para esta produção.

Novo trailer de "Operação Fronteira"

O filme estreia em março de 2019

Foi divulgado um novo trailer de Triple Frontier (Operação Fronteira), um projeto que a certa altura teve Kathryn Bigelow e José Padilha à sua frente mas que acabou por ser filmado por J.C. Chandor (O Ano mais Violento).

Tom Hanks, Johnny Depp, Sean Penn, Will Smith, Javier Bardem, Christian Bale, Mahershala Ali, Channing Tatum e Tom Hardy estiveram a determinado ponto da produção ligados ao elenco do projeto, que até já teve o nome de Sleeping Dogs

Inicialmente, Triple Frontier seguia a lavagem de dinheiro e as atividades criminosas, logo após o 11 de setembro, no espaço primordial da tripla fronteira entre o Brasil, o Paraguai e a Argentina, onde o rios Iguassu e Paraná convergem. Agora, a sinopse divulgada pela Netflix diz o seguinte: "Não tenham dúvidas, esta não é uma operação militar. Ben Affleck, Oscar Isaac, Charlie Hunnam, Garrett Hedlund e Pedro Pascal tentam roubar um dos cartéis mais violentos do mundo".

Comédia erótica inspirada no conto da Branca de Neve já tem trailer

Foi divulgado o primeiro trailer de Blanche Comme Neige (Branca como a Neve), uma comédia erótica negra inspirada no conto dos irmãos Grimm da Branca de Neve que chega aos cinemas gauleses em abril.

Assinado por Anne Fontaine, conhecida por filmes provocantes como Coco Avant Chanel (2009), Agnus Dei - As Inocentes (2016) e Marvin (2017), o filme segue Claire (Lou de Laâge), uma bela jovem que trabalha no hotel de seu falecido pai, que agora é administrado pela sua madrasta Maud (Isabelle Huppert). Claire involuntariamente desperta ciúmes incontroláveis ​​em Maud, cujo jovem amante se apaixonou por Claire. Maud decide livrar-se de Claire, a qual encontra abrigo num local onde tem permissão para libertar-se da sua educação rigorosa. Um, dois, três, logo sete homens cairão sob o seu feitiço, cada um pronto para ajudá-la. Para Claire, é o começo de uma emancipação radical, tanto carnal quanto sentimental. Mas durante esse tempo, Maud percebe que Claire ainda está viva ...

Benoît Poelvoorde, Vincent Macaigne, Charles Berling, Jonathan Cohen, Damien Bonnard e Pablo Pauly fazem ainda parte do elenco. 

"Anne Fontaine modernizou este conto e deu-lhe um tom alegre, erótico e refinado", diz Cecile Gaget, chefe de co-produção e da distribuição internacional da Gaumont, sobre o filme.

 

Ataque a ator de "Empire" foi encenado?

A polícia de Chicago acredita que o alegado crime de ódio contra o ator Jussie Smollett foi encenado, avança a Variety citando dois orgãos da comunicação social da cidade. 

Rob Elgas, repórter da ABC 7 em Chicago, informou na tarde desta quinta-feira que "várias fontes" disseram que Smollett e os dois homens encenaram o ataque para o ator ganhar popularidade e com isso tentar evitar que a sua personagem em Empire não saísse de cena. A Fox já veio a público apoiar o ator, não acreditando no cenário de encenação do ataque, pois não teria a intenção de retirar a sua personagem da série.

Diz ainda a Variety que a polícia passou grande parte desta quinta-feira a entrevistar duas pessoas, que se acredita serem as vistas em imagens de videovigilância na noite do ataque.

Brad Edwards, repórter da CBS Chicago, citou uma outra fonte que afirmou que os investigadores acreditam que as “duas testemunhas participaram na conspiração de um ataque potencialmente encenado”. Outros meios adiantam que um desses homens apareceu como figurante em Empire. 

Pamela Sharp, porta-voz de Smollett, já veio a público considerar estas teorias "rumores ridículos". "Smollett  tem sido muito cooperativo e muito consistente", afirmou. 

A polícia de Chicago também já comentou a situação, negando os relatos da imprensa:  "Não temos nenhuma prova que apoie as afirmações da imprensa e as suas supostas fontes ou estão desinformadas ou são imprecisas".

Recorde-se no passado dia 15 de janeiro, Jussie Smollett foi hospitalizado após ter sido alegadamente agredido por dois homens. De acordo com um comunicado divulgado pelo Departamento de Polícia de Chicago nessa data, Smollett foi abordado por dois "infratores desconhecidos, que" gritaram insultos raciais e homofóbicos ao ator. Posteriormente, os atacantes começaram a "agredir a vítima no rosto e despejaram uma substância química [lixívia] desconhecida sobre ele". Mais tarde, um dos atacantes chegou "a enrolar uma corda à volta pescoço da vítima". 

Apesar de ter participado em filmes como Alien: Covenant e Marshall, Smollett é mais conhecido por ser Jamal Lyon em Empire, série criada por Lee Daniels e no qual ele desepenha o papel de um cantor e compositor gay.

Contactos

Quem Somos

Segue-nos