Menu
RSS


Gabriele Muccino​ considera Pier Paolo Pasolini​ «um 'não realizador' sem estilo»

Na passada segunda-feira, 2 de novembro, fez 40 anos que faleceu Pier Paolo Pasolini. O realizador Gabriele Muccino aproveitou a data para publicar na sua página do facebook um texto polémico sobre o aclamado cineasta italiano. As suas duras palavras lançaram uma verdadeira rebelião nas redes sociais e nos Media italianos, levando mesmo o autor da publicação a retirá-la do «ar» e a responder posteriormente à ira dos cinéfilos e críticos.

Muccino começa logo por dizer que o que vai dizer vai ser «impopular e talvez, quem sabe, um sacrilégio», mas logo a seguir confessa que ama «o Pasolini pensador, jornalista e escritor», em oposição ao Pasolini realizador, o qual ele considera eternamente «fora do seu lugar», ou seja, «um "não realizador" que usou a câmara como um amador, sem estilo, sem um ponto de vista puramente cinematográfico nas coisas que fazia», isto nos anos em que o cinema italiano era grandioso e servia como escola em todo o mundo.

O realizador de filmes como O Último Beijo (2001), Em Busca da Felicidade  (2006) e Sete Vidas (2008) prossegue na sua análise, defendendo que «Pasolini involuntariamente abriu a porta para a ilusão de que o diretor era uma figura e um papel acessível a qualquer pessoa». Segundo ele, isso levou à «dissolução da elegância» que o cinema italiano foi construindo, acumulando e elaborando a partir de Rossellini e Vittorio de Sica, e depois com Fellini, Visconti, Sergio Leone, Petri, Bertolucci: «Não basta ser escritor para se tornar realizador. O inverso também acontece. O cinema italiano morreu dali a pouquíssimos anos  com uma longa série de realizadores improvisados que trocaram o cinema por outra coisa  qualquer[que não deve ser chamada de cinema] (...) com todos aqueles que seguiram o caminho da arrogância intelectual a recusarem-se a demolir a necessidade do cinema ser uma arte popular, e privando-nos de uma herança importante que nos levou de ser a segunda maior indústria cinematográfica do mundo para uma das mais invisíveis.».

Muccino encerra o texto referindo o legitimo e imenso respeito pelo poeta e narrador Pier Paolo Pasolini, isto «numa época em que muito poucos questionavam, provocavam ou analisavam a sociedade». Porém, e segundo ele, «o cinema é outra coisa».



Deixe um comentário

voltar ao topo

Atenção! Este website usa Cookies.

Ao navegar no website estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Entendi

Os Cookies

Utilizamos cookies para armazenar informação, tais como as suas preferências pessoais quando visitam o nosso website. Os cookies são pequenos ficheiros de texto que um site, quando visitado, coloca no computador do utilizador ou no seu dispositivo móvel, através do navegador de internet (browser). 

Você tem o poder de desligar os seus cookies, nas configurações do seu browser, ou efetuando alterações nas ferramentas de programas AntiVirus. No entanto, isso poderá alterar a forma como interage com o nosso website, ou outros websites.

 Tipo de cookies que poderás encontrar no c7nema?

Cookies estritamente necessários : Permitem que navegue no website e utilize as suas aplicações, bem como aceder a eventuais áreas seguras do website. Sem estes cookies, alguns serviços que pretende podem não ser prestados.

Cookies analíticos (exemplo: contagem de visitantes e que páginas preferem): São utilizados anonimamente para efeitos de criação e análise de estatísticas, no sentido de melhorar o funcionamento do website.

Cookies funcionais

Guardam as preferências do utilizador relativamente à utilização do site, de forma que não seja necessário voltar a configurar o website cada vez que o visita.

Cookies de terceiros

Medem o sucesso de aplicações e a eficácia da publicidade de terceiros. Podem também ser utilizados no sentido de personalizar widgets com dados do utilizador.

Cookies de publicidade

Direcionam a publicidade em função dos interesses de cada utilizador. Limitam a quantidade de vezes que vê o anúncio, ajudando a medir a eficácia da publicidade e o sucesso da organização do website.

Para mais detalhes visite http://www.allaboutcookies.org/

Secções

Quem Somos

Segue-nos

Contactos